Masthead header

Ovo

Ovo

 

O ovo é uma rica fonte de proteína e de diversos outros nutrientes, mas é preciso saber escolher qual tipo você irá acrescentar a sua dieta. No mercado encontramos três tipos deles: de granja, caipira e orgânicos. Os ovos de granja são produzidos em escala industrial, as galinhas se alimentam apenas de ração com altos índices de transgênicos, recebem injeções de hormônios e antibióticos para aumentar a produção e são mantidas presas em gaiolas.
Já os ovos caipiras e orgânicos, tanto a criação como a alimentação das galinhas são naturais. Elas vivem soltas, ciscam e se alimentam de vegetais, livres de hormônios e transgênicos. E isso reflete significantemente nas propriedades nutricionais dos ovos, como:
– Ovo de granja possui uma concentração de betacaroteno (vitamina A que ajuda o sistema imunológico) 5x menor que ovos orgânicos e caipiras;
– Orgânicos e caipiras possuem 3x mais Ômega-3, 3x mais vitamina E e 30% mais de vitamina D;
– Ingerindo ovos de granja, automaticamente, você está ingerindo diversos resíduos químicos.
A melhor forma de consumo do ovo é ele cozido, assim é possível aproveitar melhor os nutrientes que estão, em maior parte, concentrados na clara. Para fazer omelete ou ovos mexidos, prefira utilizar um pouco de gorduras saudáveis, como azeite, manteiga ou óleo de coco!
No mercado, não se engane em diferenciar os tipos de ovos apenas pela cor da casca (branca ou marrom), pois tanto galinhas de granja ou caipira podem colocar ovos nas duas cores. Leia com atenção o rótulo e se possível tome conhecimento dos procedimentos praticados nas granjas em que aquele ovo foi produzido!

Camila Borduqui
CRN 3 – 20615
Nutricionista Esportiva e Funcional

Lanchinho Especial

chocolate

 

😋 Lanchinho Especial

  • Leite de amêndoas 100ml
  •  1 Tamara
  • Tablete de 20g chocolate cacau 70% derrete no fogo
  • 1 colher sopa de coco fresco ralado
  •  3 colheres sopa cheias de chia
  • Preparo
  • misture tudo leve para gelar cubra com frutas vermelhas

Antiácidos ou enzimas, qual você usa?

 

dor

Os antiácidos fazem parte de um grupo de medicamentos mais vendidos, seja com ou sem prescrição médica. Indicado para refluxo, azia, má digestão eles neutralizam o pH do estômago melhorando o sintoma sem tratar a causa. Sem falar nos bloqueadores de bomba de prótons, os derivados do “Omeprazol”, que inibem a produção de ácido no estômago também utilizado indiscriminadamente e em longo prazo.

Reduzem a acidez que é necessária para a digestão, mas num efeito imediato melhoram o sintoma mas comprometem a digestão levando ao aparecimento de intolerâncias alimentares, principalmente pelo comprometimento da digestão de proteínas. Reduzem a absorção de vitamina B12, ferro, cálcio, comprometem a absorção de diversos nutrientes . Já o uso de enzimas digestivas como a papaína, bromelina, lipase, protease, lactase etc associado a probióticos, fitoterápicos podem contribuir resolvendo os sintomas e tratando a causa. Cuide de sua saúde, do seu intestino, procure um nutricionista e faça a mudança necessária.

Outono chegou… o que sua pele acha disso?

outono-295x300

Com a chegada do outono, começam as mudanças de temperatura. Considerada como um período de transição entre verão e inverno, a temperaturas tende a diminuir gradativamente, além de ocorrer mais ventos e baixa umidade do ar. Essas mudanças afetam a hidratação e saúde da pele, cabelos e corpo no geral, precisando  assim de cuidados redobrados.

Apesar do rosto ficar mais exposto, todo o corpo sofre e requer cuidados. Aqui vão dicas de alguns cuidados para a pele:

Rosto: Higienize todos com dias pela manhã e a noite sempre com sabonetes  específicos para o rosto; Use hidratantes pela manhã e a noite, lembrando que mesmo as peles acneicas e lipídicas (oleosas) precisam de hidratação; Não esqueça do FPS, mesmo em dias nublados, devem ser aplicados diariamente , podendo optar por aqueles que já possuem ativos hidratantes em sua fórmula, como vitamina A e E;  Evite dormir com maquiagem no rosto.

Corpo: Evite tomar banhos muito quentes, pois a água quente remove o manto hidrolipídico, barreira protetora da pele, perdendo assim sua hidratação natural e deixando-a mais ressecada, o ideal são banhos mornos e de curta duração; Evite usar muito sabonete e dê preferência aos sabonetes líquidos ;Não faça uso de buchas no corpo todos, pois essa também remove a camada protetora da pele;  Abuse do uso de hidratantes corporais, cremes contendo ureia, óleo de semente de uva, óleo de amêndoas, são ideias para hidratação mais profunda e duradoura.

Esse período é excelente para realizar tratamentos estéticos com peeling, tratamentos de manchas, acne, estrias, rejuvenescimento, além de hidratações profundas em rosto e corpo.

E não se esqueça, beba bastante água, além ser excelente para a saúde, é essencial para ajudar na hidratação da pele!

Fabiana Rodriguero S.Tominaga – Esteticista